Divulgação dos Resultados do Concurso “Plantas Transgénicas: 30 anos de Estórias”

Divulgação dos Resultados
do Concurso “Plantas Transgénicas: 30 anos de Estórias”

 

O CiB – Centro de Informação de Biotecnologia informa todos os interessados que, após rigorosa avaliação dos projectos enviados ao Concurso “Plantas Transgénicas: 30 anos de Estórias”, organizado no ano lectivo de 2013/2014, o júri tomou hoje, 29 de Abril de 2014, uma decisão final.

Ao abrigo dos Pontos 8 e 10 do Regulamento do Concurso foi decidido por unanimidade pelos membros do júri não atribuir qualquer prémio.

O júri do concurso foi composto pelos seguinte elementos:

– Pedro Fevereiro (investigador especialista em biotecnologia de plantas e presidente da direcção do CiB)
– Sofia Duque (investigadora especialista em biotecnologia de plantas com experiência como professora de biologia do ensino básico e secundário)
– Susana Araújo (investigadora especialista em biotecnologia de plantas)
– Sofia Frazoa (jornalista e formadora em comunicação)
– José Ricardo Salvado (investigador especialista em biotecnologia de plantas e ilustrador)
– Rita Caré (bióloga e especialista em comunicação e educação em ciência)

Segundo o Ponto 10.3. do Regulamento estipulado, das decisões do júri não haverá recurso.

Pedro Fevereiro
(Presidente da Direcção do CiB)

 

 

Concurso – Plantas Transgénicas: 30 anos de Estórias

Poster Final Cores - 600x800

 

O QUÊ?

Um Concurso para estudantes universitários com o objectivo de promover a comunicação de ciência na área da Biotecnologia de plantas transgénicas.

TEMA

Em 1983, foram dadas a conhecer ao mundo as primeiras plantas geneticamente modificadas  (também conhecidas por plantas transgénicas) produzidas em laboratório. Em mais de 30 anos não faltam Estórias para contar…

COMO PARTICIPAR?

Submetendo projectos em texto, vídeo e multimédia.

PARA QUEM?

Alunos de licenciatura ou mestrado de quaisquer áreas do conhecimento inscritos em Universidades Portuguesas.

Cada projecto poderá ser produzido até ao máximo de duas pessoas por projecto. Serão valorizadas as apresentações produzidas por alunos de diferentes cursos (por exemplo: biologia e design de comunicação, biotecnologia e cinema, farmácia e jornalismo, etc.).

QUANDO?

Os trabalhos deverão ser enviados até 27 de Março de 2014.

A data limite para a INSCRIÇÃO OBRIGATÓRIA é 8 de Março de 2014.

PRÉMIOS?

Workshops de Comunicação de Ciência, tablets android e vales-cheque para compra de livros e material informático.

JÚRI

O júri será constituído por investigadores na área de biotecnologia de plantas, especialistas em jornalismo e em comunicação de ciência.

REGULAMENTO

– Download do PDF

POSTERS PARA DOWNLOAD

Download do Poster em versão a cores (em formato A3 e em JPG)
Download do Poster em versão a preto e branco (em formato A3 e em JPG)

QUEM ORGANIZA?

CiB – Centro de Informação de Biotecnologia, Portugal

CONTACTOS

Contactos

logo_pb

CiB – Centro de Informação de Biotecnologia, Portugal

Gabinete de Comunicação do CiB – Rita Caré

E-mail – geral [at] cibpt.org
Tel. (00351) 214 469 461

——

O CiB – Centro de Informação de Biotecnologia é uma associação sem fins lucrativos, formada em 2002, que tem como principal objectivo promover a divulgação da Biotecnologia, em Portugal.

O CiB pretende contribuir para o esclarecimento de diferentes públicos-alvo em relação às aplicações biotecnológicas no quotidiano. Para cumprir este objectivo o Centro de Informação de Biotecnologia conta com o apoio activo de diferentes entidades: empresas, organizações, instituições públicas e privadas e ainda personalidades individuais.

Os temas de Biotecnologia que já foram, ou serão, abordados pelo CiB incluem as novas tecnologias aplicadas à agricultura, à indústria, ao meio ambiente, à alimentação e à medicina.

Ao longo dos últimos anos, o CiB tem participado em debates e desenvolvimento de projectos de legislação, regulamentação e normalização ligadas à Biotecnologia; organização de eventos de esclarecimento e formação para diferentes públicos (por exemplo, cientistas, jornalistas, agricultores, público estudante e não estudante); e concepção de conteúdos para promoção de conhecimento da Biotecnologia ao público.